Jovens Igreja do Deus Forte

Igreja

Quando aqueles que são chamados para pescar não pescam, eles brigam.

Quando a energia reservada para ser usada exteriormente é usada no interior  das pessoas, o resultado é uma manifestação violenta de sentimentos. Ao invés de lançar a rede, lançamos pedras; ao invés de estendermos as mãos, apontamos os dedos em uma atitude de acusação. Ao invés de sermos pescadores dos perdidos, tornamo-nos críticos dos remidos. Ao invés de ajudar-mos os feridos, ferimos aqueles que nos ajudam.

O resultado? A igreja torna-se miserável espiritualmente. Olhos apertados procurando verrugas nos outros enquanto ignoram a própria verruga na ponta do nariz. Dedos retorcidos que passam por cima de toda energia para apontar somente as fraquezas.

Igrejas divididas. Testemunhos pobres. Corações partidos. Guerras legalistas.

E, que tristeza, os pobres continuam famintos, os confusos ficam sem assistência e os perdidos continuam abandonados.

Quando aqueles que são chamados para pescar não pescam, eles brigam.

Mas veja o outro lado dessa história de pesca: Quando aqueles que são chamados para pescar realmente pescam, eles florescem!

Nada cuida melhor de uma situação de dificuldade do que um projeto de serviço noturno. Não há nada melhor para restaurar uma perspectiva do que uma visita à enfermaria de um hospital. Não há nada melhor para unir os soldados do que uma tarefa comum.

Deixe alguns soldados confinados em barracas, sem passar nenhum tempo na frente de batalha, e veja o que acontece com o seu comportamento. Logo inventarão motivos para se queixar.  Os beliches são muito duros. A comida está muito fria. Os líderes são muito exigentes. A companhia é muito sem graça. Agora, experimente colocar esses mesmos soldados em uma trincheira, deixe que se esquivem de algumas balas, e aquelas barracas antes tão enfadonhas parecerão um céu. As camas são ótimas e a comida quase perfeita. Os líderes são corajosos e a companhia, muito animada.

Quando aqueles que são chamados para pescar realmente pescam, eles florescem.

Se a igreja é como um corpo, seus conflitos seriam como um câncer?

Fonte: Bíblia de Estudo Devocional Max Lucado.

Anúncios

2 Respostas

  1. Muito bom este texto.
    O fruto é natural quando estamos ligados à videira verdadeira. Não é necessário fazer força para frutificar: basta-nos, como galhos que somos, estar unidos ao tronco, que é o Senhor. A Bíblia nos fala que Jesus procurou frutos na figueira, quando teve fome. Ele também procura frutos em nossas vidas. Você tem frutificado em sua vida cristã? Qual tem sido o fruto do seu viver?
    “Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto”. João 15.5b.

    28/08/2009 às 19:14

  2. Angélica

    Quando aqueles que são chamados para pescar realmente pescam, eles florescem…

    Não é necessario escrever mais nada!
    Dta

    31/08/2009 às 18:32

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s